sexta-feira, 29 de Abril de 2011

Tapada do Chaves Reserva 2005 (Tinto)

Região: Alentejo 
Produtor: Tapada do Chaves
Castas: Trincadeira, Aragonês, Castelão
Custo: € 9,64 (Continente; preço promocional)
Álcool: 14%
Vertido na folha: Límpido, rubi-acastanhado, denso. Nariz com notas terciárias, couro, fumo e especiado. Na boca prima por muita finura e elegância (não é dos vinhos mais encorpados), boa acidez, retronasal especiado e algum exotismo. Alentejano clássico, pouco dado aos modernismos novo-mundistas. Será que toda a gente gosta do estilo?
Rolha: Natural, bom estado, apenas molhada na base
Consumido: Março 2011
Apreciação: Com Alma

terça-feira, 26 de Abril de 2011

Esporão Touriga Nacional 2007 (Tinto)

Região: Alentejo 
Produtor: Herdade do Esporão
Castas: Touriga Nacional
Custo: € 20,11 (JB Santana)
Álcool: 14,5%
Vertido na folha: Límpido, vermelho-rubi com nuances violeta, denso. Nariz complexo com fruta vermelha silvestre, floral, ligeiro vegetal, tostados, coco e especiarias. Boca fresca, equilibrada, sente-se retronasal com baunilha e cacau, muita finura e elegância. O final é longo e presenteado com boa secura. O vinho ganha com algum tempo no copo. Necessita de decantação.
Rolha: Natural, compacta, apenas molhada na base
Consumido: Março 2011
Apreciação: Com Alma

sábado, 23 de Abril de 2011

Encostas de Estremoz Reserva 2007 (Tinto)

Região: Alentejo
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca, Alicante Bouschet
Custo: € 5,50 (Intermarché; preço mal marcado)
Álcool: 14,5%
Vertido na folha: Vermelho-rubi, límpido, denso. Nariz intenso e complexo com notas amanteigadas, fruta em compota e barrica. Boca redonda, aveludada, alguma pimenta, boa frescura, termina com boa persistência com notas fumadas. Muita sorte tive em comprá-lo ao preço que foi. O preço normal é quase o triplo... Já tinha sido provado há cerca de um ano. Veja aqui.
Rolha: Natural, bom estado, apenas molhada na base
Consumido: Março 2011
Apreciação: Cordial

quarta-feira, 20 de Abril de 2011

Dão Álvaro Castro 2008 (Tinto)

Região: Dão
Produtor: Álvaro Castro
Castas: Alfrocheiro, Touriga Nacional, Tinta Roriz
Custo: € 5,91 (Continente; preço promocional)
Álcool: 13%
Vertido na folha: Rubi de média intensidade com rebordo violeta. Aroma jovem, muito frutado vermelho, bosque e algumas flores. Boca fresca, elegante, denota ainda muita juventude. Despede-se de forma agradável e com boa persistência. Um vinho na linha da anterior colheita e uma aposta segura no acompanhamento à mesa. 
Rolha: Rolha técnica (corpo de aglomerado muito denso com discos de cortiça natural colados nos topos) curta,  bom estado, apenas molhada na base
Consumido: Março 2011
Apreciação: Cordial

domingo, 17 de Abril de 2011

Muros Antigos Alvarinho 2009 (Branco)

Região: Verde
Produtor: Anselmo Mendes Vinhos, Lda
Castas: Alvarinho
Custo: € 9,03 (Makro)
Álcool: 12,5%
Vertido na folha: Amarelo pálido. Citrinos em dose generosa no nariz e pouco fruto tropical (já é raro encontrar brancos que não cheirem abundantemente a fruta tropical…). Bom corpo, fresco, o vinho cresce na boca e despede-se vagarosamente com as notas cítricas com que entrou. Assinale-se que o vinho só tem 12,5% de álcool (uma raridade nos tempos que correm), o que permite bebê-lo com menos moderação…
Rolha: Compacta, apenas molhada na base
Consumido: Março 2011
Apreciação: Cordial

quinta-feira, 14 de Abril de 2011

Encostas de Estremoz Grande Escolha 2004 (Tinto)

Região: Alentejo
Castas: Alicante Bouschet, Touriga Nacional, Touriga Franca, Cabernet Sauvignon
Custo: € 9,95 (El Corte Inglés)
Álcool: 14,5%
Vertido na folha: Boa cor, já com reflexos da idade. Muito bom nariz, complexo, marcado por especiarias, fruta madura e algum couro. Não é dos vinhos mais encorpados mas é estruturado, assertivo, com nuances licoradas e com uma acidez assinalável que não deixa a boca indiferente à sua passagem. No final, sentem-se notas de café/tabaco e barrica que se deixam prolongar durante bastante tempo. É um vinho que faz lembrar um certo Alentejo mais clássico e que é, sem dúvida, uma Grande Escolha para a mesa já que demonstra ter (En)costas largas para acompanhar pratos de bom porte. 
Rolha: Compacta, apenas molhada na base, indica o ano de colheita
Consumido: Março 2011
Apreciação: Com Alma

segunda-feira, 11 de Abril de 2011

Esporão Reserva 2009 (Branco)

Região: Alentejo 
Produtor: Herdade do Esporão
Castas: Antão Vaz, Arinto, Roupeiro
Custo: € 5,98 (Continente; Preço promocional)
Álcool: 14,5%
Vertido na folha: Cor citrina, brilhante. Nariz equilibrado, dominado pelos citrinos, fruta madura, algum tropical e tosta da barrica. Boca relativamente gorda, a acidez não a domina completamente, tornando-se um pouco pesado, sempre com a barrica um pouco presente. Aconselha-se, por isso, algum cuidado com o acompanhamento à mesa. Que tal um peixe assado no forno ou queijo amanteigado?
Rolha: Compacta, apenas molhada na base
Consumido: Março 2011
Apreciação: Cordial

sexta-feira, 8 de Abril de 2011

D. Graça Reserva 2007 (Tinto)

Região: Douro
Produtor: Vinilourenço
Castas: Touriga Nacional, Tinta Roriz, Touriga Franca, Tinta Barroca
Custo: € 6,39 (Continente; preço promocional)
Álcool: 13%
Vertido na folha: Cor de média intensidade. Aroma a fruta vermelha, presença vegetal e algum químico. Corpo médio, acidez composta, taninos a dar um ar de sua Graça, a pedir alguma comida por perto. Vinho bom para a mesa, não deslustra a região de origem mas também não entusiasma. Não justifica, quanto a mim, o designativo de "Reserva".
Rolha: Compacta, molhada apenas na base
Consumido: Março 2011
Apreciação: Companheiro

terça-feira, 5 de Abril de 2011

Wine Meeting Março 2011

No dia 26 de Março de 2011 reuniram-se oito pessoas para uma jantarada acompanhada de uma prova cega de quatro vinhos tintos do Alentejo. Apenas o anfitrião (que escreve estas linhas) conhecia os vinhos em prova e a região de origem. No entanto, o modus operandi foi tal que, na prática, também o anfitrião não tinha conhecimento a que vinho correspondia cada garrafa. Pretendeu-se avaliar de uma forma despretensiosa quatro vinhos alentejanos do segmento médio, médio-alto no que ao preço diz respeito. Os escolhidos foram: Encostas de Estremoz Reserva 2007, Esporão Touriga Nacional 2007, Julian Reynolds Reserva 2005 e Tapada do Chaves Reserva 2005.


Todos os vinhos foram provados ao longo do jantar e o objectivo foi cada um preencher a ficha de prova de cada amostra. A parte feminina do painel não conseguiu acompanhar o preenchimento da ficha pelo que a sua opinião se resumiu a uma avaliação geral.


Fica agora uma breve descrição das sensações provocadas por cada um dos vinhos e uma classificação que se pretende ser uma média aproximada, de acordo coma a opinião dos presentes. A minha avaliação pessoal será descrita em mensagens posteriores, brevemente neste espaço. Sem ter a preocupação de elaborar uma nota de prova, os descritores que foram usados para descrever cada vinho foram, por ordem de entrada em cena:

sábado, 2 de Abril de 2011

Casa Burmester Reserva 2008 (Tinto)

Região: Douro
Produtor: Sogevinus
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz
Custo: € 5,98 (Continente; preço promocional)
Álcool: 13,5%
Vertido na folha: Relativamente escuro. Aroma frutado (cerejas, frutas preta), sugestões especiadas e florais num perfil muito agradável. Muito elegante na boca, taninos domados, boa frescura frutada e um final longo e agradável. Bom vinho. No entanto, há propostas no mercado com o mesmo perfil e mais acessíveis na carteira que este ao preço normal (cerca de 10 euros). 
Rolha: Grossa, fissurada, duas zonas de progressão de vinho até metade da rolha. 
Consumido: Março 2011 
Apreciação: Cordial