quarta-feira, 4 de maio de 2016

Adega de Pegões Trincadeira 2012 Tinto



Setúbal


Trincadeira

13,5 %

Natural, algo fissurada, molhada apenas na base

3,99 € (Jumbo)

Relativamente escuro. Aroma intenso, frutado, com toque balsâmico, apimentado e algum floral. A boca revelou-se fiel ao nariz, medianamente encorpado, quente, com acidez q.b. e final de médio comprimento com toque de chocolate preto. Boa companhia à mesa assegurada.
Dezembro 2015
 
Companheiro
 
-




domingo, 1 de maio de 2016

Herdade Grande Colheita Seleccionada 2014 Branco



Alentejo


Antão Vaz, Arinto, Viosinho

14 %

Natural, bom estado, molhada apenas na base

4,12 € (Continente; Preço promocional)

Alguma intensidade de cor, cristalino, bonito à vista. Aroma intenso, terpénico, com notas minerais e ligeiros fumados. Na boca o vinho segue o perfil do nariz, sente-se algum peso bem amparado pela acidez refrescante, boa amplitude, com garra e boa persistência final. Parece estar, este ano, com um perfil um pouco mais outonal. Será sempre uma aposta segura em caso de dúvida. PVP normal a 5,49 €.
Dezembro 2015
 
Cordial

 



sexta-feira, 29 de abril de 2016

Duorum 2011 Tinto



Douro


Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz

13,5 %

Natural, com zona de progressão de vinho até 3/5 do topo

7,25 € (Adegga Wine Market)

Escuro, com rebordo violáceo. Aroma de intensidade média, sóbrio e apelativo, com muita fruta vermelha e preta, toque floral e tostado. Encorpado, amplo e muito equilibrado na boca, o vinho mostrou uma garra tânica muito bem domada (taninos finos), acidez no ponto e um final longo com notas de cacau. A decantação prévia é necessária ou então terá que haver cuidados redobrados no serviço, principalmente quando o final da garrafa se aproxima.
Dezembro 2015
 
Cordial
 


terça-feira, 26 de abril de 2016

José de Sousa 2011 Tinto



Alentejo


Grand Noir, Trincadeira, Aragonês

14 %

Natural, com zona de progressão de vinho até 2/5 do topo

- € (Oferta do produtor)

Este clássico do Alentejo e da JMF mostrou-se com cor média-escura e aroma relativamente intenso, com boa complexidade fazendo lembrar as típicas notas de fruta silvestre, que não domina, mas aqui acompanhadas com notas terrosas, figos secos e especiarias. Na boca revela-se com média amplitude e sente-se um pouco mais a fruta vermelha, mas sempre com vertente de fruta seca a acompanhar, apontamentos de barrica e bons taninos a darem garra a um final seco e assertivo. Um vinho com bom equilíbrio geral, em excelente forma e que vale a pena guardar alguns anos para ver como evolui. PVP recomendado de 7,99 €.
Novembro 2015
 
Cordial
 
-