Feiras de Vinhos Supermercados 2011


Elas andam aí, as Feiras de Vinhos das grandes superfícies comerciais. Um pequeno comentário para cada uma delas:

Continente (27 de Setembro a 16 de Outubro)
Esta cadeia mantém a colaboração do enólogo e crítico de vinhos Aníbal Coutinho como consultor para a sua Feira de Vinhos, denominada “Vinhos 2011”. A apresentação dos vinhos no catálogo está dividida por regiões vitivinícolas em que são destacados alguns vinhos em cada região com pequenas notas de prova. A novidade deste ano é a possibilidade do consumidor aceder a várias informações sobre o mundo dos vinhos (regiões produtoras, castas, histórias, etc..) no site do continente (www.continente.pt) em “Enólogo Online”. O site oferece ainda um curso de vinhos conduzido por Aníbal coutinho. A oferta de vinhos do catálogo é relativamente diversificada mas claramente marcada por vinhos de entrada de gama (anti-crise ou anti-troika, como queiram chamar). Alguns vinhos têm preço promocional para os clientes com cartão. A legenda da imagem dos vinhos no catálogo continua (ano após ano) a não conter o ano de colheita. Como a imagem de alguns vinhos não é elucidativa, só presencialmente é que os clientes têm noção do ano de colheita desses vinhos. Quanto a vinhos fortificados e espumantes, a oferta é relativamente diminuta. Esteja atento que o Continente costuma dedicar vários dias da campanha a algumas regiões vitivinícolas, promovendo descontos adicionais no preço de todos os vinhos dessa região (constantes no catálogo e não só). Pode valer a pena adquirir alguns vinhos de gama média nessa altura.

Jumbo (21 de Setembro a 11 de Outubro)
Sob o título “Vinhos Portugueses 2011”, a cadeia abandonou a campanha “Leve 6 Pague 5”, que vigorava já há alguns anos. Tal como no Continente, a apresentação dos vinhos no catálogo está dividida por regiões vitivinícolas, alguns vinhos aparecem destacados mas não há notas de prova. A legenda da imagem dos vinhos no catálogo também não contém o ano de colheita. A oferta de vinhos do catálogo é diversificada mas também dominada pelos vinhos de gama média/baixa.

Pingo Doce (24 de Agosto a 5 de Outubro)
Esta cadeia mantém-se fiel à política de propostas dos anos anteriores. Sob o título “Vinhos e Sabores da nossa terra”, mantém-se a campanha “Leve 6 Pague 5”. A variedade da oferta é muito semelhante à do Continente e Jumbo mas com preços mais elevados para os mesmos vinhos. Também aqui, são apresentados vinhos das várias regiões vitivinícolas e alguns destacados com a respectiva nota de prova. A legenda da imagem dos vinhos no catálogo também não contém o ano de colheita, tal como acontece no Continente e Jumbo.

El Corte Inglés (23 de Setembro a 20 de Outubro)
A Feira de Vinhos, tal como em anos transactos, intitula-se “O Vinho”. A oferta de vinhos é bastante diversificada situando-se, em termos de qualidade média das propostas, acima das feiras de vinhos da concorrência. Existem textos introdutórios sobre as várias regiões vitivinícolas a cargo de João Paulo Martins e alguns vinhos aparecem destacados com as respectivas notas de prova. Saliente-se a indicação nas legendas das imagens do vinho o respectivo ano de colheita, ao contrário do que acontece nos catálogos do Continente, Jumbo e Pingo Doce. Bem hajam, por isso. Sem dúvida que se nota um maior cuidado na preparação da campanha, relativamente à concorrência.

Apesar das feiras de vinhos não serem muito entusiasmantes (já alguns anos que é assim) encontram-se boas propostas de vinhos a bom preço. Neste particular a lista das boas compras que proporciono no link abaixo, com indicação de preço, local de compra para o preço mais baixo e informação daqueles que, no meu entender, se destacam pela melhor relação qualidade/preço, é mais extensa que a do ano passado. A explicação está no aumento de qualidade geral dos vinhos Portugueses, conseguindo-se beber com qualidade e prazer a preços sensatos. Pelo menos até à alteração do IVA para 23%...

Boas compras e boas provas.