terça-feira, 27 de setembro de 2016

Feiras de Vinhos Supermercados 2016 | Continente, Jumbo, El Corte Inglés, Pingo Doce



Como é habitual nesta altura do ano, estão a decorrer as Feiras de Vinhos das grandes superfícies comerciais. Vamos ao panorama geral:

Continente (27 de Setembro a 16 de Outubro)
A feira denomina-se “Feira de Vinhos 2016: Bem-vindo à Maior Garrafeira do País”. Como é habitual, a apresentação dos vinhos no catálogo está dividida por regiões vitivinícolas em que são destacados alguns vinhos em cada região com pequenas notas de prova. Tal como em anos anteriores, verifica-se a inclusão dos prémios Uva d’Ouro 2016 (Prémio Excelência e Prémio Melhor da Região), um concurso que visa premiar a excelência dos vinhos que estão disponíveis na rede de hipermercados do Grupo Sonae. Nas primeiras páginas encontram-se alguns dos vinhos premiados nas duas categorias. A lista completa encontra-se aqui. Tal como em anos anteriores, a oferta de vinhos do catálogo é relativamente diversificada mas claramente marcada por vinhos da chamada entrada de gama ou gama média/baixa. Alguns vinhos têm preço promocional com indicação “Super Preço”. Dentro destes há várias referências de vinhos que são vendidas em exclusivo no Continente com preços promocionais com descontos até 70%. Já adquiri um ou outro destes vinhos e as recordações que tenho é que não justificam o chamado “preço normal” (muitos na ordem dos 10 € a garrafa) mas sim o preço final após a redução de preço. Se quiser experimentar, tem muito por onde escolher. Como vem sendo habitual, a imagem de alguns vinhos não é elucidativa, pelo que só presencialmente é que os clientes têm noção do ano de colheita. Quanto a vinhos fortificados e espumantes, a oferta é relativamente pequena. Esteja atento que o Continente costuma dedicar vários dias da campanha a algumas regiões vitivinícolas, geralmente ao fim-de-semana, promovendo descontos no preço de todos os vinhos dessa região (constantes no catálogo e não só). Pode valer a pena adquirir alguns vinhos de gama média ou média-alta nessa altura.


Jumbo (21 de Setembro a 06 de Outubro)
A feira denomina-se “Não preciso de um motivo para abrir um vinho, o vinho pode ser o motivo”. A oferta de vinhos do catálogo é diversificada mas também dominada pelos vinhos de gama média/baixa. Tal como no Continente, a apresentação dos vinhos no catálogo está dividida por regiões vitivinícolas e alguns vinhos aparecem destacados, embora sem notas de prova. A legenda da imagem dos vinhos no catálogo também não contém o ano de colheita. No final do catálogo aparecem os vinhos estrangeiros e os chamados “vinhos correntes”, bag-in-box incluídos. Existe também um pequeno destaque para os vinhos de pequenas produções. Quanto a vinhos fortificados e espumantes, a oferta também é relativamente pequena.


El Corte Inglés (23 de Setembro a 20 de Outubro)
A Feira de Vinhos, tal como em anos anteriores, intitula-se “O Vinho” e é aquela que decorre por um período de tempo mais alargado. A oferta de vinhos é diversificada situando-se, em termos de qualidade média das propostas, acima das feiras de vinhos da concorrência. O número de referências é, contudo, inferior à das feiras do Jumbo e Continente. Existem pequenos textos introdutórios sobre as várias regiões vitivinícolas a cargo de João Paulo Martins e alguns vinhos aparecem destacados com as respectivas notas de prova. Saliente-se a indicação nas legendas das imagens do vinho o respectivo ano de colheita, ao contrário do que acontece nos catálogos do concorrência. No final do catálogo vem já o habitual destaque para a oferta de vinhos estrangeiros. Um aspecto negativo é a total ausência de vinhos da região dos Vinhos Verdes.


Pingo Doce
O Pingo Doce não possui uma feira de vinhos formal, tal como havia já acontecido no ano anterior. A aposta nas últimas semanas tem sido a inclusão de algumas promoções especiais em vinhos no folheto semanal “Esta Semana” em que na contracapa poderá encontrar o denominado "Vinhos & Sabores). Provavelmente irá continuar, pelo menos enquanto durarem as feiras de vinhos da concorrência. Aproveite para verificar se, porventura, consegue melhores preços que os preços de catálogo da concorrência.



Em conclusão, as feiras de vinhos continuam a não ser muito entusiasmantes (têm sido assim nos últimos anos). No entanto, encontram-se boas propostas de vinhos a bom preço e para todas as bolsas. No link abaixo proporciono a já habitual lista das boas compras com indicação de preço e locais de compra. Tal como nos anos anteriores, além do local de aquisição com o preço mais baixo indico também o preço dos mesmos vinhos na concorrência (desde que figurem nos respectivos catálogos da campanha). Permite ao leitor ter uma ideia da variação de preços do mesmo vinho em superfícies comerciais diferentes. Como vem sendo habitual, boa parte dos vinhos situa-se abaixo dos 5 euros, o que são boas notícias para o consumidor. Este é também um compromisso meu de fazer sugestões de vinhos que sejam, o mais possível, amigas da carteira…
Uma última chamada de atenção para o facto de haver também boas propostas de vinhos a bom preço nas superfícies comerciais e que não constam nos catálogos da campanha. Os mais conhecedores deste meio poderão fazer boas compras “fora do catálogo”. Convido o leitor a consultar também a minha lista de boas relações satisfação/preço. Para quem quiser “outras coisas” já sabe que dificilmente as encontra nos hipermercados. Terá que visitar as garrafeiras da especialidade…


Boas compras e boas provas.






segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Tons Duorum 2013 Tinto



Douro


Touriga Franca, Touriga Nacional, Tinta Roriz

13,5 %

100% Aglomerado, molhada apenas na base

2,99 € (Continente; Preço promocional)

Mediano de cor, jovem, com rebordo violeta. Aroma intenso e tipicamente duriense, com fruta muito madura, floral, doce, alguma especiaria. Na boca revelou-se o prolongamento do nariz, sente-se a doçura frutada mas equilibrada por boa acidez, amplitude média, macio e prazeroso, termina com persistência média. PVP normal a 3,98 €. Vinho de gosto democrático, fácil, o difícil é não gostar. Aposta segura para o quotidiano.
Fevereiro 2016
 
Companheiro
 
-



sábado, 24 de setembro de 2016

Monte da Ravasqueira 2013 Tinto



Alentejo


Touriga Nacional, Aragonez, Syrah, Alicante Bouschet

13,5 %

100% Aglomerado, molhada apenas na base

3,69 € (Continente; Preço promocional)

Cor de média intensidade. Aroma relativamente intenso, agradável, frutado vermelho e alguma especiaria proveniente da barrica. Fácil e redondo na boca, macio, com amplitude média, sente-se bem a terra quente alentejana e termina com persistência média frutada com afloramentos de cacau. PVP na prateleira a 5,49 €. É alentejano…
Fevereiro 2016
 
Companheiro
 
-


quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Linhas Tortas Reserva 2013 Tinto



Douro


Touriga Franca, Tinta Roriz, Tinta Barroca, Touriga Nacional

13,5 %

100% Aglomerado, colmatada, molhada apenas na base

2,79 € (Pingo Doce; Preço promocional)

Cor de média intensidade. Aroma relativamente intenso, frutado de bagas vermelhas, toque de madeira. Medianamente encorpado na boca, directo, com média amplitude, em permanente diálogo entre a fruta e a madeira, termina relativamente curto ao fruto com ligeiros fumados. PVP marcava 6,99 € na prateleira. Vinho que satisfará aqueles que o consomem numa base diária mas o preço normal (se é que é o correcto) estará acima do valor razoável quando comparado com muitos vinhos da concorrência para um grau de satisfação semelhante.
Fevereiro 2016
 
Companheiro
 
-



segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Foral Reserva 2013 Tinto



Douro




Tinta Roriz, Touriga Nacional, Touriga Franca


14 %


Natural, com progressão de vinho quase até ao topo


4,49 € (Continente; Preço promocional)


Relativamente escuro, lágrima generosa. Aroma de média intensidade tipicamente duriense, com fruta vermelha madura em dose generosa temperada com especiaria de barrica. Na boca mostrou-se com corpo mediano, boa amplitude, macio e algum envolvimento, garra tânica a aparecer mais para o final da prova e média persistência ao fruto com algumas notas de folha de tabaco. PVP ronda os 6 €. Vinho com a tipicidade duriense bem vincada e de agrado generalizado.
Fevereiro 2016
 
Cordial
 
-