Castello d'Alba Vinhas Velhas Grande Reserva 2007 (Tinto)

Região: Douro
Castas: Tinta Amarela, Tinta Barroca, Tinta Francisca, Tinta Roriz, Touriga Franca, Touriga Nacional, Sousão
Custo: € 9,65 (Continente)
Álcool: 14%
Vertido na folha: Muito escuro, quase preto. Aroma d'Ouro com muita fruta silvestre, flores e especiarias. Entrada suave na boca, espesso, estruturado, sumarento e saboroso. Apresenta-nos também cacau, notas de tabaco e um final longo e aprazível. Mais doce e parecia um LBV quer no nariz quer na boca. Quem não gostar disto que atire a primeira garrafa. Necessita de decantação.
Rolha: Natural, bom estado, apenas molhada na base, tem uma inscrição de Victor Hugo: "Deus criou a água, mas o homem fez o Vinho".
Consumido: Maio 2011
Apreciação: Com Alma

Lagar de Darei Reserva 2005 (Tinto)

Região: Dão
Produtor: Casa de Darei
Castas: Alfrocheiro, Touriga Nacional, Jaen, Tinta Roriz
Custo: € 8,00 (Adegga Wine Market 2010)
Álcool: 14%
Vertido na folha: Granada com tonalidades evolutivas. O nariz é complexo, vegetal, especiado, com aromas terciários. Bom impacto na boca, encorpado mas fresco, taninos a dizerem olá, alguma secura e fruta ainda presente. O final é longo, com notas de barrica e chocolate preto. Algo longe das luzes da ribalta é um refúgio seguríssimo para os prazeres da mesa, muito agradável e capaz de nos alegrar ainda daqui a alguns anos.
Rolha: Natural, bom estado, apenas molhada na base
Consumido: Maio 2011
Apreciação: Cordial

Enjeitado 2008 (Tinto)

Região: Alentejo
Castas: Alicante Bouschet, Trincadeira
Custo: € 7,99 (El Corte Inglés)
Álcool: 14 %
Vertido na folha: Cor intensa, quase preto, denso. Nariz algo fechado com notas de fruta silvestre e vegetais. A boca é compotada, grossa, robusta e quente apresentando ligeira adstringência. O final é longo com notas de chocolate preto e folhas secas de tabaco. Trata-se de um vinho que nesta fase se apresenta algo irrequieto, precisando de comida com alguma substância por perto.
Rolha: Natural, bom estado, apenas molhada na base
Consumido: Maio 2011
Apreciação: Cordial

José de Sousa Mayor 2007 (Tinto)

Região: Alentejo 
Produtor: José Maria da Fonseca
Castas: Grand Noir, Aragonez, Trincadeira
Custo: € 13,46 (Continente; Preço promocional)
Álcool: 13%
Vertido na folha: Granada de média intensidade. Aroma perfumado, com fruta madura e em passa e especiarias. Boca estruturada, bom volume, elegante, taninos finos, boa acidez e final longo e aprazível com notas de barrica. Vinho que pende mais para a elegância que para a pujança, delicado, pronto a beber com prazer e talhado para agradar a todos. Necessita de decantação.
Rolha: Natural, longa, compacta, apenas molhada na base
Consumido: Maio 2011
Apreciação: Com Alma

Blaudus Colheita Seleccionada 2006 (Tinto)

Região: Bairrada
Produtor: Quinta de Baixo
Castas: Baga, Touriga Nacional
Custo: € 1,90 (Continente; promoção)
Álcool: 13%
Vertido na folha: Granada com certa intensidade. Nariz dominado pela Baga em versão mais verde e barrica. Corpo médio, alguma agressividade tânica na boca, termina com afloramentos de chocolate e tabaco. Para a mesa já e com pratos bem puxadinhos para dominar o vinho que está bastante irrequieto. Não é vinho para todas as bocas. O contra-rótulo refere uma longevidade até 10 anos. A rolha é que não ajuda...
Rolha: Aglomerado. Para um vinho com um preço normal na ordem dos 5-6 euros, merecia melhor.
Consumido: Abril 2011
Apreciação: Companheiro

Herdade Porto da Bouga Garrafeira 2007 (Tinto)

Região: Alentejo 
Produtor: Porto da Bouga Vinhos
Castas: Touriga Nacional, Syrah
Custo: € 7,49 (Pingo Doce)
Álcool: 13,5%
Vertido na folha: Granada com rebordo violeta, escuro. Aromático, algumas notas florais, muito químico, longe da fruta. Encorpado, notas vegetais, taninos presentes mas finos, boa secura e final fumado persistente. É um Alentejano diferente, longe dos redondinhos e fáceis, com uma certa (boa) rusticidade. Tal como diz o contra-rótulo, é um vinho de guarda pois pode crescer em garrafa. Os vinhos desta casa mantêm uma consistência de qualidade assinalável há muitos anos, apesar de não serem (parece-me a mim) muito conhecidos. Pelo menos, a crítica especializada raramente os refere. Para quem os não conhece experimente os Reserva (menos de 5 euros no Pingo Doce) e depois abalance-se nos Garrafeira.
Rolha: Natural, bom estado, apenas molhada na base
Consumido: Abril 2011
Apreciação: Cordial

Vértice Grande Reserva 2008 (Tinto)

Região: Douro
Produtor: Caves Transmontanas
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz
Custo: € 9,50 (Encontro de Vinhos e Sabores 2010)
Álcool: 15%
Vertido na folha: Muito escuro com nuances violeta. O nariz apanha fruta silvestre, flores, especiarias e fumados. A boca segue o vizinho de cima, denotando um corpo estruturado, taninos a mostrarem-se e um perfil que lembra em parte um generoso. O final é longo e denso perdurando sensações de chocolate preto. 
Rolha: Natural, compacta, apresenta duas zonas de progressão do vinho até 1/3 da rolha
Consumido: Abril 2011
Apreciação: Com Alma

Muros Antigos Escolha 2009 (Branco)

Região: Verde
Produtor: Anselmo Mendes Vinhos, Lda
Castas: Alvarinho
Custo: € 4,29 (Jumbo)
Álcool: 12%
Vertido na folha: Amarelo-citrino. Nariz perfumado com fruta e citrinos em evidência. Muito elegante na boca, harmonioso, saboroso e fresco. Boa persistência final. Recomendo vivamente. Tem álcool q.b. e não é dado à fruta tropical por vezes exuberante que se encontra em muitos brancos actuais.
Rolha: Compacta, curta, apenas molhada na base
Consumido: Abril 2011
Apreciação: Cordial

Herdade Grande Colheita Seleccionada 2009 (Branco)

Região: Alentejo
Produtor: Herdade Grande
Castas: Antão Vaz, Arinto, Roupeiro
Custo: € 3,55 (Continente; preço promocional)
Álcool: 13,5%
Vertido na folha: Amarelo-citrino. Nariz cítrico, mineral e ligeira baunilha. Boca muito equilibrada num corpo de média intensidade, fresco e alguma untuosidade. Final prazenteiro com bom comprimento. Uma das melhores relações qualidade-preço do mercado e uma aposta segura ano após ano.
Rolha: Compacta, bom estado, apenas molhada na base
Consumido: Abril 2011
Apreciação: Cordial

Quinta dos Termos 2009 (Tinto)

Região: Beira Interior
Castas: Rufete, Touriga Nacional, Trincadeira Preta, Jaen
Custo: € 3,99 (Continente)
Álcool: 13%
Vertido na folha: Cor jovem, intensa, com rebordo violeta. Aroma intenso e muito agradável a frutos vermelhos e pretos (predominantemente cereja), algum floral e baunilha. Na boca, a espectativa trazida pelo nariz confirma-se. Surgem as mesmas sensações, acompanhadas de bom corpo e acidez, pleno de juventude e bons taninos. O final é persistente e pautado com notas amargas. Uma boa surpresa para mim (que ando algo distraído...) vinda de uma região algo esquecida e que merece ser mais provada. Muito gastronómico e com vida pela frente. A rolha é que não ajudará muito...
Rolha: Técnica 1+1 (disco de rolha natural nos topos), molhada apenas na base. 
Consumido: Maio 2011
Apreciação: Cordial

Fiuza Chardonnay 2009 (Branco)

Região: Tejo
Produtor: Fiúza e Bright
Castas: Chardonnay
Custo: € 5,99 (Continente)
Álcool: 13%
Vertido na folha: Amarelo-palha. Citrinos, tropicais e notas amanteigadas no aroma. Entrada de boca relativamente neutra em termos de sabor, textura gorda, corpo mediano, abre um pouco e termina com média intensidade ao fruto. Temos aqui um exemplo em que o nariz não pronuncia muito a boca. Refira-se que o vinho melhora um pouco com o tempo após a abertura da garrafa. Alguns críticos têm o vinho em boa conta. Opiniões diversas ou tive azar com a garrafa.
Rolha: Compacta, bom estado, apenas molhada na base
Consumido: Abril 2011
Apreciação: Correcto